Nariz

Sinusite

As sinusites ou rinossinusites são inflamações das cavidades paranasais, que são espaços dentro dos ossos da cabeça, recobertos por mucosa. Tradicionalmente chamamos de sinusite os quadros provocados por bactérias.

A grande maioria dos casos de sinusite aguda aparece após um quadro viral (gripe ou resfriado). Ou seja, quando os sintomas do resfriado deveriam estar desaparecendo, o paciente começa a apresentar dor de cabeça, nariz entupido, secreção nasal normalmente esverdeada ou amarelada e tosse.

A sinusite pode provocar febre, mas isto não é muito comum. Por se tratar de uma infecção bacteriana, a sinusite deve ser tratada por médicos, na maioria das vezes com o uso de antibióticos, entre outras medicações. Quando os sintomas da sinusite duram mais do que três meses, nós a classificamos como sinusite crônica.

Com estas informações fica fácil perceber que aqueles pacientes que tem crises eventuais de dor de cabeça e nariz entupido, que duram 2-3 dias e melhoram apenas com descongestionantes ou sintomáticos na verdade não tem sinusite.

Sinusite tem cura?

Este pergunta é frequentemente feita por pacientes durante consultas médicas. A rinossinusite viral, por exemplo, muitas vezes se assemelha a um quadro gripal. Nestes casos, o tratamento é guiado por sintomáticos, lavagem nasal e a "cura" ou alívio dos sintomas pode aparecer em poucos dias.

As rinossinusites agudas bacterianas geralmente são caracterizados por dor de cabeça e face, tosse, febre, nariz obstruído, secreção nasal esverdeada e etc. Nestes casos, podem ser receitados antibióticos e outros sintomáticos. Costuma haver uma resposta muito boa à antibióticos, cuja prescrição é tarefa exclusiva do médico. Em poucos casos, não há melhora definitiva com uso de um ciclo de antibiótico, podendo ser necessário o uso de um novo ciclo de antibiótico de maior espectro. Nestes casos, o índice de cura é muito alto.

No entanto, nos casos de rinossinusites crônicas, com duração dos sintomas superior à 12 semanas, podemos lançar mão de antibioticoterapia prolongada, corticóide tópico. Em alguns pacientes, a cirugia pode ser necesária para facilitar a drenagem  dos seios paranasais.

No caso das rinossinusites crônicas, o paciente pode ficar totalmente assintomático após tratamento clínicio ou cirurgias . Portando é importante  exclarecer que a maioria das sinsusites tem cura e que a  minoria da dores na face são realmente causadas por rinossinusite sendo importante investigar outras etiologias das cefaléias como: enxaqueca, dor referida a partir de cervicopatias , desordens  temporomandibulares e alterações da refração.