Exames

Vectonistagmografia

Para a avaliação dos sistemas envolvidos no equilíbrio, especialmente o sistema vestibular, realizamos a vectonistagmografia, exame que registra através de eletrodos de superfície os movimentos oculares horizontais, verticais e oblíquos, baseado na captação da diferença de potencial elétrico entre a córnea e a retina na medida em que os olhos se movimentam, sendo a córnea o pólo positivo e a retina o pólo negativo.
Este exame avalia o funcionamento do labirinto e permite obter dados de doenças que acometam também o cerebelo e tronco cerebral.

Objetivos

•    Confirmar o comprometimento vestibular
•    Identificar o lado acometido
•    Saber se o distúrbio é periférico (labirinto e VIII nervo), central (núcleos, vias e inter-relações com outras estruturas do sistema nervoso central) ou misto.
•    Verificar o tipo acometimento ( hiper ou hiporreflexia)
•    Ajudar na identificação da causa

Como é feito                
O exame é indolor, dura aproximadamente 45 minutos e são utilizados eletrodos de superfície no rosto do paciente, semelhantes aos eletrodos usados em eletrocardiogramas, conectados a um programa de computador que analisará os sinais originados de movimentos oculares involuntários denominados nistagmos.
Os pacientes são submetidos a testes visuais com barras luminosas, em que devem acompanhar com o olhar o deslocamento de sinais luminosos, e testes calóricos (com ar), em que as orelhas são expostas a ar quente e ar frio, que estimulam de forma diversa o labirinto.

Preparo (muito importante)

DOIS DIAS ANTES DO EXAME

•    Suspender todo tipo de medicação para tontura e as que contenham fórmula com cafeína e calmantes;
•    Medicações relacionadas à pressão, convulsão, coração, diabetes e tireoide devem ser mantidas;
•    Não ingerir: café, chá, chocolate, coca-cola ou bebidas alcoólicas.
 
NO DIA DO EXAME
•    Fazer uma refeição leve;
•    Jejum de 4hs (pode tomar água);
•    Se possível comparecer acompanhado
•    Não utilizar cremes ou maquiagem na região do rosto.