Dicas de Tratamentos

Preservação da voz

Evite gritar, falar em excesso ou competir com o ruído ambiental.

Beba água regularmente, em pequenos goles e em temperatura ambiente. A água não passa pelas pregas vocais, mas ao hidratarem-se, as pregas vocais vibram com menos esforço e melhores condições.

Alimente-se de forma saudável regularmente, evite alimentos pesados e muito condimentados que causam azia, má digestão e refluxo de secreções gástricas. Evite, antes de usar muito a voz, achocolatados e derivados de leite, pois aumentam a secreção na região vocal. A maçã, ao contrário, é adstringente, e limpa o trato vocal.

Café, bebidas gasosas e cigarro, irritam a laringe. Além disso, a fumaça do fumo pode causar pigarro, edema, infecção, além de aumentar consideravelmente o aparecimento de câncer de laringe e de pulmões.

Abuso do álcool e o uso de drogas, propiciam abusos vocais.

Chupar balas e pastilhas, quando estiver com a garganta irritada, mascara o sintoma e a pessoa força a voz sem perceber.

Na hora de acordar e levantar da cama espreguice e faça alongamentos, bocejar também é bom. Evite falar deitado.

Quando estiver falando, em qualquer situação, mantenha a postura do corpo ereta, sem tensão, o queixo sempre paralelo ao chão, nunca incline a cabeça, inclusive ao falar no telefone e no celular.

Poupe a sua voz, momentos de descanso e relaxamento são muito bons.

Ar condicionado prejudica a voz, pois resseca o trato vocal e a pessoa forçará mais as pregas vocais.

Fazer exercícios físicos e falar ao mesmo tempo, provoca sobrecarga na musculatura da laringe. Natação e caminhadas fazem bem.

Se gosta de cantar, é preciso ter preparo vocal.

Evite falar muito quando estiver com gripe, crise alérgica,  cansado ou muito estressado, pois estes são quadros prejudiciais à voz.

Se ingerir aspirinas, calmantes e diuréticos (que ressecam as mucosas), evite falar muito após seu consumo.

Não use roupas apertadas na região do pescoço e da cintura, pois dificultam o movimento da laringe e do diafragma.