Rinológica (Nariz) e da Base de Crânio

Correção de fístulas liquóricas

A fístula liquórica nasal ou auricular decorre da lesão da aracnóide, dura-máter, osso e mucosa, que resulta em fluxo nasal de líquor. Se houver perfuração da membrana timpanica teremos drenagem auricular.

As fístulas liquóricas rinogênicas são mais comuns do que as otológicas. Ambas são de baixa prevalência.

Realizamos a abordagem cirurgica endoscópica via nasal. Tratas-se  de uma técnica  segura e com menor morbidade para o paciente que a craniotomia e as técnicas externas.